Bem Vindos


Caro leitor, bem vindo ao blog da Usimak

Este espaço serve sobre tudo para divulgar notícias, produtos, ideias e para estimular a discussão.
Esclarecer dúvidas e sugestões em relação a nossos produtos atuais e também sobre novos produtos em desenvolvimento.
Espero que este espaço seja útil para todos. Todas as sugestões são bem vindas.

Pesquisar este blog

anúncios

21 de jan de 2012

Catadores fabricam blocos de concreto com resíduo


Com o objetivo de oportunizar novas formas de renda para os moradores que sobreviviam como carroceiros ou catadores de lixo no bairro Cristal, na zona Sul da Capital, através do Centro deTransformação Sócio Ambiental (CTSA), a ONG Solidariedade está oferecendo curso de capacitação para a formação de trabalhadores na fabricação de blocos de concreto a partir de resíduos de construção e
demolição (RCD).
O curso é destinado aos recicladores que deixarão de usar carroças ou outros tipos de veículo com tração humana ou animal até 2016, conforme a Lei Municipal 10.531. O projeto  é uma parceria entre a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), através do Laboratório de Ensaios e Modelos Estruturais (Leme), a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a ONG Solidariedade.O diferencial dos blocos é que eles são compostos em um processo de reciclagem, a partir do recolhimento de entulhos e
resíduos provenientes da própria construção civil. Um dos grandes desafios da ONG é o apoio técnico e a certificação necessária para dar qualidade e credibilidade ao bloco de concreto, o que pode vir a ser fornecido pelo Leme após a conclusão das aulas da primeira turma no final deste mês, conforme informou a coordenadora do curso de Engenharia Civil da Ufrgs, Angela Graeff.
O curso abordará noções de cidadania, meio ambiente, reciclagem e tipos de resíduos, segurança no trabalho, testes de resistência e certificação. Com duração de um mês, a primeira turma conta com aulas práticas e teóricas ministradas por 11 professoras das áreas de Engenharia Civil, Química, Assistência Social e outras disciplinas.  A boa notícia para os alunos é que está acertada a compra de mil blocos pela Finep para a construção de uma casa modelo somente com material de RCD, dando um estí-mulo aos trabalhadores. “A nossa meta é que todos os 17 trabalhadores desta primeira turma consigam autonomia e deem continuidade na fabricação do material”, observa.
O coordenador da ONG Solidariedade, Sérgio do Amaral, diz que o projeto não tem a intenção apenas de formar o trabalhador, mas incluir essas pessoas em um contexto social. “É impossível que uma região que possui um belo shopping e um grande projeto socioambiental continue com dezenas de pessoas trabalhando em condições subumanas”, justifica Amaral.
O objetivo é que o bairro tenha um crescimento harmonioso. A intenção é de que o curso ofereça seis novas turmas, disponibilizando outras 120 vagas. “Conseguiremos a inserção social, a geração de empregos e a conscientização ambiental através de um único programa”, define o coordenador da ONG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário