Bem Vindos


Caro leitor, bem vindo ao blog da Usimak

Este espaço serve sobre tudo para divulgar notícias, produtos, ideias e para estimular a discussão.
Esclarecer dúvidas e sugestões em relação a nossos produtos atuais e também sobre novos produtos em desenvolvimento.
Espero que este espaço seja útil para todos. Todas as sugestões são bem vindas.

Pesquisar este blog

anúncios

15 de ago de 2014

Invento resolve a falta de água em regiões carentes

O arquiteto italiano Arturo Vittori desenvolveu um captor de vapor de água para regiões carentes de água potável para o consumo. Para funcionar, o sistema WarkaWater dispensa a alta tecnologia, sendo ideal para lugares que precisem de seu uso acessível e prático.

Sua estrutura é de bambu ou talos de juncus, o interior é revestido por malha de plástico (parecido com sacos utilizados para guardar frutas e legumes), e as fibras de náilon e polipropileno auxiliam na captação das gotículas do orvalho. Quando a água escorre pela forragem, é encaminhada para uma bacia instalada na parte de baixo da torre.


 A iniciativa para que o projeto fosse desenvolvido surgiu após uma visita do arquiteto ao norte da Etiópia, pois lá as pessoas possuem dificuldades extremas para conseguirem água, além da distância que precisam andar para chegar às lagoas, que infelizmente são contaminadas.

Vittori garante que depois que os moradores adquirem conhecimento sobre a fabricação do sistema, eles serão capazes de construir e até mesmo de ensinar outras comunidades a erguerem suas próprias torres.


O trabalho está sendo desenvolvido há dois anos pelo arquiteto e a sua intenção é de torná-lo o mais eficiente possível, para que, em 2015, os primeiros modelos sejam instalados na Etiópia.


 Cada captador de água custa em torno de US$ 550 e são necessários apenas quatro pessoas e uma semana para a construção do invento com materiais locais. A proposta é de garantir água e sustentabilidade em todos os sentidos.


 Origem:

 http://blogaecweb.com.br/blog/invento-resolve-falta-de-agua-em-regioes-carentes/

Nenhum comentário:

Postar um comentário