Bem Vindos


Caro leitor, bem vindo ao blog da Usimak

Este espaço serve sobre tudo para divulgar notícias, produtos, ideias e para estimular a discussão.
Esclarecer dúvidas e sugestões em relação a nossos produtos atuais e também sobre novos produtos em desenvolvimento.
Espero que este espaço seja útil para todos. Todas as sugestões são bem vindas.

Pesquisar este blog

anúncios

8 de dez de 2011

Profissionais aprendem as vantagens dos blocos


A Indústria de Artefatos de Concreto Nissei ofereceu aos pedreiros, construtores e empresários do ramo da construção civil, uma palestra sobre o sistema de blocos de concreto e sua utilização. A idéia foi realizar uma mostra de como ele pode ser utilizado na construção civil e suas vantagens em relação aos tijolos.

Segundo Fábio Caldas, gerente da indústria Nissei, o objetivo principal foi uma pequena demonstração das possibilidades de uso dos blocos. "Queremos divulgar os blocos de concreto entre os profissionais da construção civil, e assim leva-los a conhecer o sistema de construção. Com isso colaboramos para uma ampliação nos conhecimentos desses profissionais". A palestra foi realizada nas dependências da indústria, e de uma forma bem prática, já que os profissionais presentes tiveram contatos com modelos de muros de contenção, muros simples e paredes de casas, que foram previamente montados para que além de ouvir as explicações, os profissionais pudessem visualizar o que estava sendo explicado.

O construtor Mauricio de Souza, que trabalha na área de construção civil há 23 anos, disse que lida com blocos há mais de dez anos, que conheceu o sistema quando trabalhou em São Paulo, e que ele sempre recomenda o sistema para os seus clientes. "Os blocos permitem uma maior rapidez à obra, pode se dizer que há um ganho de uns trinta dias em relação aos tijolos, e para nós construtores, agilidade na obra é fundamental e para o proprietário, há um ganho de pelos menos 30% no que se refere à parte de infra-estrutura, sobrando assim mais dinheiro para o acabamento".

Após a palestra e vários momentos para tirar dúvidas, os participantes foram conduzidos até um canteiro de obras onde está sendo construída uma casa com o sistema de blocos. No canteiro houve mais repasse de informações. Carlos Roberto Merlin, mais conhecido como Carlão, que hoje trabalha na área de tintas mas já trabalhou muito com construção civil, explanou sua preferência pelos blocos. "Gosto muito do sistema de blocos, é prático, é muita vantagem trabalhar com ele já que ele permite uma maior agilidade na obra. Veja, para construir 80 metros de parede, você ganha 30 dias em relação ao tijolo".

Os profissionais tiveram a oportunidade de conhecer a indústria e o processo de fabricação dos blocos e ter informações de sua resistência. Os blocos de concreto são novidade para o comércio de Pinhão que atua na área da construção civil, mas já começa a ser aceito por comerciantes e consumidores. Marco Aurélio Silva, gerente da Unifort, disse que os blocos são uma tendência. "O mercado deve aderir porque os blocos de concreto são uma tendência, são ecologicamente corretos, as fontes para a fabricação dos tijolos de cerâmica são esgotáveis, portanto, precisam ser preservadas. È preciso buscar alternativas e os blocos vêm com tudo, e nós da Unifort sempre acompanhamos as tendências do mercado e, com certeza estaremos oferecendo o produto aqui em Pinhão, pois em Guarapuava já comercializamos os blocos".

O consultor técnico da Nissei, Dilson Martins, que junto com o gerente Fabio ministrou a palestra, disse em suas explicações que, "o custo fica muito pequeno em relação à qualidade obtida, além de que, para se construir um metro quadrado de parede com blocos, vai se utilizar 12,5 blocos, a mesma parede com tijolos em pé utilizará 36 tijolos e se forem deitados 55 e, no bloco ainda vai 30% a menos de cimento. Logo, a economia e agilidade são garantidas".

Fábio também informou que as casas que são financiadas pela Caixa Econômica podem utilizar os blocos, pois a Caixa aceita esse padrão, inclusive, há um estudo para que projetos de casas do programa "Minha casa minha Vida" sejam desenvolvidos dentro do sistema de blocos de concreto. Ao final da palestra e demonstrações, foi servido um coquetel aos participantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário