Bem Vindos


Caro leitor, bem vindo ao blog da Usimak

Este espaço serve sobre tudo para divulgar notícias, produtos, ideias e para estimular a discussão.
Esclarecer dúvidas e sugestões em relação a nossos produtos atuais e também sobre novos produtos em desenvolvimento.
Espero que este espaço seja útil para todos. Todas as sugestões são bem vindas.

Pesquisar este blog

anúncios

21 de out de 2011

Sua obra pode estar com materiais em desacordo com as normas da ABNT





Foto: Divulgação

Seminário na Findes vai esclarecer para sociedade e setor produtivo o que estabelece a norma NBR 6136 e as ações de fiscalização para o controle da não conformidade
Vai construir ou reformar sua casa? Então você precisa ficar atento às mudanças estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) na padronização dos blocos de concreto. A norma NBR 6136:2007 estabelece que os blocos de concreto simples para alvenaria devem ser vazados, ou seja, não podem conter fundo. A medida também define critérios para resistência e dimensões dos blocos de concreto e normas de classificação de acordo com seu uso.
Com a mudança, o setor de blocos de concreto prevê redução nos custos das obras. “A utilização de blocos vazados vai facilitar a passagem de tubulações e eletrodutos porque não será preciso quebrar o material. Além disso, haverá redução nos gastos com mão de obra, diminuindo o retrabalho”, analisa o presidente do Sindicato da Indústria de Produtos de Cimento do Espírito Santo (Sinprocim-ES), Dam Pessotti.
O meio ambiente também será beneficiado com a norma da ABNT. A utilização de blocos de concretos vazados reduz a geração de entulhos. De acordo com o gerente do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade no Habitat (PBQP-H) do Ministério das Cidades, eng. Anderson Augusto de Oliveira, alguns procedimentos podem ser adotados pelo consumidor, no momento da compra, para se certificar de que os blocos adquiridos estão em conformidade com a norma.
“O produto deve ter um acabamento superficial uniforme e sem muita porosidade. É preciso ter dois furos, exceto os blocos de amarração, que podem ter três furos, não possuir fundo e atentar para a questão dimensional. Os modelos M15, geralmente utilizados nas habitações comuns, possuem 14 cm de largura, 19 cm de altura e 39 cm de cumprimento”, destaca OIiveira. Qualidade
O Ministério das Cidades possui um Programa Setorial da Qualidade, que tem o Sindicato Nacional das Indústrias de Produtos de Cimento (Sinaprocim) como mantenedora e a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) como gestora técnica. O objetivo é monitorar o mercado para saber se as indústrias estão cumprindo as determinações da norma.
Após a adesão ao programa, que é voluntária, a indústria passa por auditorias periódicas a cada três meses, onde haverá coleta do material que será analisado por um laboratório acreditado pelo Inmetro. A relação das empresas qualificadas pode ser acessada através do site http://www.cidades.gov.br/pbqp-h/

Nenhum comentário:

Postar um comentário